quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Must Haves do Inverno 2011!!! (Para Elas)

Meninas, meninos e congêneres,

Ontem e hoje (28 e 29 de setembro) aconteceram os trend previews da ADAR Tecidos, uma das mais notáveis empresas do ramo têxtil do Brasil. Durante os dois dias de evento foram apresentadas as tendências que prometem ser sucesso no próximo inverno. Cores, formas, tecidos, acabamentos e miudezas mil. Tudo muito bem explicadinho pela guapa Sandra Falci e pelo it-boy Orlando Brandão.

E vamos às tendências! Para as meninas, as peças hit da temporada de inverno 2011 são:

Casaco Camelo - Elegante e despretensioso, o casaco camelo confere um visual chic e boêmio. É classudo, mas tem um je ne sais quoi de anos 70 e deixa o look espontâneo. Os casacos camelo geralmente vêm em tons de cru e alguns são peludinhos.

Jaqueta Cropped Militar - Tem cara de spencer, mas não é! A jaqueta cropped é apenas um pouco mais curta, bate na altura das costelas, geralmente. A atmosfera militar volta com bastante força. O inverno 2011 será a hora e vez de abusar dos tons camuflados e do cáqui. Ilhóses, metais e ferragens também são bem vindos!

Calça de Couro - A calça de couro volta com algumas alterações. Os cortes são diferentes, portanto prepare-se para encontrar bolsos em lugares inusitados e mistura de materiais - couro e moletom, por exemplo.


Calça Flare - Hit dos anos 70, a calça flare marcará presença no próximo inverno. Ela tem a cintura ajustada - nem alta e nem baixa - e é mais apertada na região dos quadris. As pernas são mais abertas. Lembra uma pantalona, mas difere pela ausência de cós.

Vestido Longo - O setentismo pegou forte, meu Brasil! O vestido longo é outra peça característica do período que faz seu retorno no inverno 2011. As peças são fluidas e estampadas com motivos folk, gipsy e florais.

Nova Saia - A nova saia tem a cintura ajustada e comprimento de mais ou menos 70 centímetros. Não se iengane! Elas passam longe do antiquado! Os cortes vão do godê guarda chuva à modelagem lápis e os materiais são os mais variados. Atenção para as saias de couro!!!















Essas e (muitas) outras tendências são resultado de um trabalho exaustivo do pessoal da Adar Tecidos. Eles gentilmente nos concederam permissão para dividir essas exclusividades com vocês. Marabeijos pra eles!!! Depois, colocaremos mais informações sobre as linhas feminina e masculina.

Confira o blog da Sandra Falci com dicas quentes e valiosas - http://www.sandrafalci.blogspot.com

Conheça o excelente trabalho da Adar Tecidos - www.adar.com.br

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

A Bolsa do Bom Produtor!

Começa hoje a série de posts "A Bolsa do Bom...". Aqui eu trago uma listinha esperta contendo alguns itens que não devem faltar na bolsa dos bons profissionais do mercado fashion. São itens simples e até meio bobos, mas que fazem toda a diferença na hora do "vamo vê". Bem útil para quem está começando a se aventurar pelo mundo da moda, seja como estilista, assistente, jornalista, produtor, modelo etc.


O que faz o produtor de moda???

Se o mercado fosse composto por vários pedacinhos de tecido, o produtor seria aquela máquina de costura Singer velha de guerra que aguenta qualquer tranco e que junta esses pedaços com maestria. é responsável por compôr looks para fotos e editoriais, bem como coordenar a bagunça toda e não perder nenhum - eu disse NENHUM - romaneio*. Agora, o que interessa, os itens que não podem faltar na Bolsa do Bom Produtor!

AGENDA - Não basta ser uma agenda, tem de ser uma agenda recheada de contatos de cabeleireiros, maquiadores, consultores de moda, editores e muitos, mas muuuuitos contatos de assessores de imprensa. É para essa gente toda que você vai ligar na hora de produzir fotos, matérias ou editoriais.

CELULAR E RÁDIO - De que adianta uma agenda valiosa, luxuosa e ryka como a sua se você está incomunicável? O rádio serve para comunicação rápida e o celular é um ótimo backup para o caso de você esquecer sua preciosa agendinha.

FITA MÉTRICA - Nunca se sabe quando você vai precisar e é sempre quando você não tem uma na bolsa que você precisa. Ter uma fita métrica em seu poder é a garantia de que você não vai estourar nenhuma costura das roupas que você pegou emprestado das lojas.

FITA CREPE, ALFINETES E PREGADORES - Quem falou para você que moda é glamour??? Às vezes a roupa é grande demais para a modelo - ou a modelo é magra demais... disturbio alimentar define - e a peça precisa de uma leve acinturada, é aí onde entram a fita crepe, o alfinete e os pregadores. Ajustes rápidos que não danificam a roupa.

FOTOS DE REFERÊNCIA - Faltou inspiração para compor aquele look matador? Quer fazer a Erika Palomino chorar de emoção ao ver as suas produções? Sempre tenha na bolsa uma meia dúzia de fotos de referência. Vale foto de lookbook, editoriais e obras de arte. Qualquer coisa que te inspire vale.

PERFUME E MAKE - O perfume é para uso próprio. Ninguém gosta de gente fedorenta. O make - base, corretivo, estojinho de sombra e lápis - serve para ajustes rápidos entre uma foto e outra. Vale a pena investir em maquiagem pois algumas sessões não contam com o apoio de maquiadores, aí entra o seu talento!

ÁGUA - Motivos óbvios. Empregador nenhum gosta de lidar com empregados desidratados. Água já!

REVISTA - A revista é útil para momentos em que você fique sem inspiração e para momentos em que alguém fique impaciente ou nervoso - chiliques não são amigos! 

REMÉDIO PARA DOR DE CABEÇA - Já trabalhou com produção de moda? Eu já e é bem estressante! Um remedinho para dor de cabeça é sempre bem vindo. Dica: leve sempre uma cartela completa porque essas capsulinhas fazem a alegria do pessoal!




Este post contou com a colaboração marabeijos do produtor de moda e assessor de imprensa Eduardo Seemann, do blog Luxo Secreto. Espero ter ajudado!

Heleno Jr - Produtor de moda e assist. de Paulo Martinez


* Romaneio é um procedimento efetuado quando há transferência de mercadorias ou bens de um lugar a outro. No caso da produção de moda, é uma espécie "de nota fiscal"concedida pela loja de onde o produtor toma as peças emprestado.


Essa série de posts foi uma sugestão da @FranFrane e se você souber de mais algum item que não está na lista, deixe um comentário após o sinal *BEEEEEP*

domingo, 19 de setembro de 2010

Pa Panamericano e a Première Vision

Lembram-se daquele post que fiz sobre os temas do Inverno 2011 sugeridos pela Première Vision? Um deles se chama "Rigorosamente Perturbador" e trata da releitura de clássicos, subversão de valores antigos e de dar roupagem nova - até um pouco esquisita - a temas que já vimos antes.

Como uma imagem diz mais do que mil palavras, resolvi postar esse vídeo (dica do meu amigo Glauco Sabino do @descolex). A música em si já é um exemplo ótimo daquilo que o tema pretende: pega-se um jazz da primeira metade do século XX e transforma-se em uma música bastante propícia para a santa atividade do bate-cabelo. Até aí nenhuma novidade, mas o grupo Up & Over It levou a brincadeira adiante. Em um cenário que subverte as casas antigas - um mix de papel de parede e quadros bem kitsch - os coreógrafos Suzanne Cleary e  Peter Harding dão um show de coordenação. Quem não assistir será condenado a usar cinto caramelo coordenando com o sapato eternamente!!!


Marabeijos, né?

E para quem quiser conferir a música original:


Links:

http://www.facebook.com/upandoverit

http://www.upandoverit.com


http://puckproductions.com

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Momento Tietagem!!! (O Retorno)



Estava cá eu fuçando nas minhas fotos, eis que encontro essa aqui, tirada pela minha amiga Vivy Garbelini (@vivygarbelini) - Na época éramos redatores no Fashion Bubbles - durante a última edição do SPFW.

Encontramos o Lula Rodrigues (@lularodrigues) na loja do pavilhão da bienal, não resistimos e fomos falar com ele. Passamos um bom tempo conversando. O Lula foi simapticíssimo e nesse pouco tempo em que nos conhecemos já me ajudou bastante! Um marabeijo para ele!!!

PS - Uma pena que eu tenha saído na foto com essa cara de pazzo!

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Vestidos de Formatura (Emmy Awards Edition)

É certeiro: entra o segundo semestre e as meninas ficam desesperadas atrás do vestido de formatura ideal. Um que esconda todas as gordurinhas, que deixe mais alta, mais magra, mais chic e mais ryka. Bad news: essa roupa ainda não existe, mas não há motivo para choro. Há milhares de vestidos ótimos na praça e com certeza um te servirá - a menos que você tenha seis braços...

Fiz uma seleção de vestidos de festa que podem interessar às leitoras - e aos leitores liberais e desimpedidos. São modelos versáteis que podem ser usados na festa de formatura e aproveitados para o casamento daquela sua prima que mora longe.

Fotos: Reprodução (Clique para ampliar)
Jane Krakowski veste Escada - Cortes assimétricos continuam fortes para o verão.


Keri Russel veste Jean Louis Scherrer - Este tipo de decote deve ser evitado pelas meninas com busto grande


Rebecca Gayheart veste Carlos Miele - O acessório IT da estação é um marido gostosão!!!


Sarah Hyland veste Pamela Rowland - Vestido minimalista e de corte excelente


Heidi Klum veste Marchesa - Os vestidos mini têm tudo a ver com o verão brasileiro, mas cuidado para não cair no vulgar!!!


Amy Poehler veste Max Azari - Minimalista, pastel e chic! Reparem nas nervuras da segunda foto!


January Jones veste Atelier Versace - Dress to impress!


Jennifer Carpenter veste Oday Shakar - Assimetria + Paetês = Fabulous

Agora, se você quiser arrasar meishmo e deixar todas as piriguetes cochichando na fila do banheiro:


Eu sei que esse vestido foi usado no Grammy, mas, como diz meu amigo Murilo Mahler (@MuriloMahler) a Gaga é a única pessoa que compra aviamentos na loja de material de construção! Vestido de conduíte é marabeijos!!!

Guapas do meu Brasil, agora é só escolher o modelo favorito e correr atrás do seu! Gros bisous

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Nada de Novo no Front!

Mais do que um fashionista afrescalhado com dificuldades para refrear seus desejos de consumo, sou um grande admirador das roupas e do fenômeno do vestir. As pessoas e as maneiras que encontram para traduzir sua individualidade através de pedaços de tecido me fascinam!


Entretanto, durante minha sabática e merecida viagem à Riviera de São Lourenço fiquei muito impressionado com a “desindividualidade”. Frequento o apartamento de amigos no condomínio há anos, mas só agora fui me dar conta de como aqui as pessoas da minha faixa etária – 15 a 25 anos – se vestem da mesma maneira.



Sendo a roupa um dos modos mais fiéis de interpretarmos e expormos nossa personalidade, é preocupante o fato de que centenas de pessoas se vistam da mesma forma. Quando menciono “mesma forma” não quero dizer que sigam as mesmas tendências ou referências. Todos nós, invariavelmente, seguimos tendências e as interpretamos à nossa maneira, dando um perfume próprio a elas. Lá na Riviera - como em outros inúmeros lugares -  parece haver uma uniformização voluntária. Na vontade de se identificar com um grupo, joga-se fora a personalidade. A necessidade de pertencimento sobrepuja a necessidade de expressão. É mais fácil pertencer à massa e homogeneizar-se a demonstrar a existência de algum pensamento ou ideia próprios.



O habillé masculino deprime pela semelhança a Justin Bieber. Deus! Andar pelas calçadas daqui é trombar com um exército de garotos de cabelo tigelinha, camiseta de gola V, bermuda e boné de aba reta. Já as meninas optam pelas camisetas da Abercrombie & Fitch (a C&A dos novos ricos) e shortinhos. Nos pés, rasteirinha com pedrarias. Obviamente, há variações do tema, mas todas seguem esse gabarito.



A roupa diz muito sobre nós mesmos e quando vejo uma quantidade de pessoas tão grande vestida da mesma maneira tenho vontade de queimar todos os trabalhos e livros sobre diversidade que li, afinal eles aparentemente não serviram para muita coisa. Mesmas roupas, na maioria das vezes, querem dizer “mesmas ideias” e isso é realmente preocupante. As novas gerações são massa de manobra tão fácil de manipular? Tão homogêneos? Ou, como disse Machado de Assis sobre José Dias, gente de “ideias chochas”.

Pode parecer neurose minha, e sinceramente espero que seja, mas é bom que nos preparemos para lidar com uma multidão de administradores de herança de mente fraca e altamente influenciáveis.



Por isso digo categoricamente que prefiro que me olhem torto quando saio por aí de bolsa e o que mais me aprouver a abaixar a cabeça e aceitar um padrão que me chegou pronto, mastigado e digerido. Abaixo à preguiça mental! Abaixo à preguiça fashion