sábado, 27 de março de 2010

Alelux!

Ontem eu e alguns amigos formamos uma éntourage de perdidos no rolê e fomos dar pinta no Glória. Enquanto batíamos nossos folículos capilares, um fotógrafo sorrateiramente se infiltrou entre nós e bateu essa foto linda da minha gêmea e modelo:
Loosho e Ryqueza, n'est ce pas?

Para ver mais fotos da Alelux de 26/3 > www.trendyfag.blogspot.com

sábado, 20 de março de 2010

Sebos oferecem livros de moda a preços mais baixos - by Fashion Bubbles


Foto by Teen Vogue


Amigos, convivas e agregados, eis uma matéria que escrevi para o Fashion Bubbles essa semana e que quero dividir convosco!
Ei-la:

O bom profissional de moda não pode parar de estudar nunca! E para tal é bom que o estoque de livros seja renovado frequentemente. Verdade seja dita, os livros que tratam do assunto estão longe de serem os mais baratos da livraria. Há publicações que chegam a custar centenas de reais. Todavia, não há motivos para choro, nem tampouco desespero. Os sebos contam com uma vasta gama de publicações do gênero a preços bem mais amigáveis.


O sebo é um universo mágico para os admiradores da cultura vintage e para colecionadores de antiguidades, como livros e discos de vinil. Entretanto, os apaixonados por moda que têm alergia a pó não podem nem pensar em adentrar um sebo convencional. A solução? Sebo virtual!

Existem vários sebos virtuais atualmente. Eles oferecem livros consagrados a preços mais aprazíveis – em se tratando de livros de moda, não espere por pechinchas! Não que elas não existam, mas são raras.

O Estante Virtual, por exemplo, tem disponível exemplar do consagrado “A Moda e a Roupa: uma História Concisa” de James Laver a R$44,00, quando o normal é encontrá-lo nas grandes lojas em uma faixa de R$75,00. Outro bom negócio é “O Império do Efêmero”, livro quase que obrigatório para estudantes de moda. O preço normal varia entre R$60,00 e R$70,00, mas n’A Traça é possível adquiri-lo por módicos R$21,00!

Esses dois sites são muito práticos. Dispõem de uma enorme variedade de exemplares, têm layout limpo que permite navegação fácil e o frete é calculado na hora.

O Sebol – Sebo Oinline funciona de maneira um pouco diferente. Há um banco de dados com os nomes dos livros e de seus respectivos donos. Cabe ao interessado entrar em contato com o dono da publicação desejada, através de e-mail ou telefone. É um pouco mais complicado, mas os itens a disposição fazem o esforço valer a pena. O livro “Moda e Sociabilidade”, de Maria Claudia Botelho, vendido a R$50,00, aproximadamente, em livrarias, pode ser encontrado no Sebol por apenas R$25,00.


Obviamente, essas não são as únicas ofertas. Quanto mais você procurar, mais vai economizar.

Para aqueles que são imbuídos de boa vontade, mas desprovidos de recursos financeiros, o sebo é uma oportunidade imperdível, portanto, dispa-se de seus preconceitos! Os sebos deixaram de ser sinônimo de sujeira há muito tempo. Além disso, não importa se o livro é de segunda-mão, e sim o seu conteúdo e aonde ele pode te levar.

Curiosidades


Os sebos surgiram antes da luz elétrica, no tempo em que os lampiões eram abastecidos com querosene e com gordura (sebo). Isso fazia com que as páginas dos livros mais velhos ficassem pegajosas. Não tardou, as lojas que vendiam livros usados ficaram conhecidas como “sebos”.

Para os apaixonados por revistas de moda, alguns nomes de peso do ramo editorial como Dazed and Confused e AnOther Magazine disponibilizam edições em formato pdf. Obviamente, ler a revista pela tela do computador não tem a mesma graça que folheá-la, mas é uma opção para quem não está disposto a pagar caro pelas publicações internacionais.

Por Augusto Paz by Fashion Bubbles

terça-feira, 16 de março de 2010

Pequena Dissertação Sobre a Calça Branca


Outro dia, chamei um amigo meu historiador de moda do século XIX para dar uma voltinha pelo século XXI. Ele teve de tomar um trem para chegar. Eis uma nota sua sobre uma calça que viu no vagão:

"A calça branca delineia as pernas, talvez mais do que necessário. O cós é baixo, havendo um punho horroroso feito de canelado e "adornado" com aplicações metálicas. A terrível peça aperta a região acima do osso vulgarmente chamado de "osso da bacia", deixando a moça com duas cinturas e, por conseguinte, ressaltand-lhe as adiposidades abdominais - deixemos nesses termos.

Não bastasse a vulgaridade do corte e dos brilhos, que se estendem até os bolsos traseiros, há o cavalo, que é tão alto e irregular que faz parecer que a calça está sendo engolida pelas nádegas.

O figurino é completo por um pavoroso par de sandálias que por aqui nos trópicos são chamadas de "plataforma". Não bastasse a feiúra que é inerente ao calçado, seu salto é forrado com tecido de estampa de onça. Selvagemmente estarrecedor - não de um modo bom.

* * *

O pessoal diz que ele é meio "wannabe Oscar Wilde", mas ele não tá nem aí. Sim... Ele é um pouco categórico. Por isso é meu amigo.
Foto meramente ilustrativa. Se for você, me desculpe, você é cafona.

sábado, 13 de março de 2010

MAIS TIETAGEM - RONALDO FRAGA


Tudo bem, eu já sei que isso está perdendo a graça, mas não é sempre que a gente se depara com o Ronaldo Fraga, né?!
Ontem, enviado pelo Fashion Bubbles, fui cobrir o Novo, evento de moda que serve de plataforma para novos artistas e criadores e tive a oportunidade de conhecer, por intermédio do também uspiano Thiago Phelipe - Está à direita. Ele teve seus desenhos expostos - ninguém mais, ninguém menos que um dos estilistas brasileiros mais respeitados e competentes.
Ronaldo foi über simpático! Depois de algumas horas voando de Brasília até São Paulo e de um bom tempo preso no maldito trânsito paulistano, Ronaldo teve humor para responder minhas perguntas e dar um rolezinho comigo pela exposição.
Macaquices de Auditório à parte, recomendo que vocês vão prestigiar o Novo, no dia 23/3. A curadoria fica por conta de Maurício Ianês e Ronado Fraga.

* * *

sábado, 6 de março de 2010

Momento Tiete - Eu e Laís Pearson

Sou assumidamente tiete! E não tenho vergonha nenhuma! Se admiro a pessoa - famosa ou não - eu peço pra tirar foto e paro para conversar, tudo como manda o protocolo. Não foi diferente com Laís Pearson.
Eu a conheci através da minha chefe, a Denise Pitta, do Fashion Bubbles. Em plena semana de moda paulistana, Laís nos presenteou com sua visita. Conversamos bastante e muito felizmente nos tornamos amigos.
Para os desavisados, Laís Pearson é uma autoridade em moda! Ela foi a primeira coordenadora de moda do país e é uma das responsáveis pela repercussão da São Paulo Fashion Week na mídia impressa estrangeira - principalmente na inglesa. Laís frequentava a casa do Denner e mantém contato estreito com criadores tais quais Lino Villaventura e Ronaldo Fraga - para quem desfilou na temporrada de Inverno 2009.
Depois do encontro na redação do Fashion Bubbles, nos trombamos no desfile da Maria Bonita (Sentamos na primeira fila, luxo e riqueza para nós!) e Do Estilista.
Essa foto foi tirada nesta quarta feira, momentos antes de irmos para um evento na loja Sandice, em Moema. Tratou-se de um painel sobre planejamento de marcas e havia um painel composto por Edgard Pitta - Um dos criadores do Fashion Bubbles e meu chefe; Sílvia Aere - Dona de um dos showrooms mais bem estabelecidos da região sudeste; e Lorenzo Martone - Publicitário da Chandelier e namorado do Marc Jacobs.
Enfim, Laís aceitou tirar essa foto comigo antes de nos dar uma carona até lá (Ela dirige incrivelmente bem O.o)
Um beijo, Laís!