sábado, 27 de fevereiro de 2010

Primeira Semana na USP

Minhas aulas no curso de Têxtil e Moda na Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP (EACH) começaram na segunda feira. Acordei às cinco e meia da manhã (ninguém mandou morar no ABC Paulista!) e comecei minha jornada pelo aconchegante transporte público metropolitano. Depois de alguns pisões no pé e eventuais bolinadas (ha! Falou a Waleska Popozuda!) cheguei ao enorme campus da USP Leste. O lugar é imenso! E QUENTE!
Logo de cara encontrei a Gabriela, a quem eu conheci no dia da matrícula, e fomos fazendo um networking básico.
Depois de assistir a uma palestra sobre as diretrizes e o funcionamento do campus (divertidíssimo ¬¬) nós, calouros, fomos recepcionados pelos veteranos. Eles foram simplesmente MARA com nós beeshos (prefiro a escrita katyleniana). Além de nos dispensarem do "elefantinho" - de acordo com a veterana Ana, "Elefantinho não é glamour e Têxtil e Moda É glamour" - eles propuseram atividades para integrar os tímidos e assustadésimos primeiranistas.
Fizemos uma brincadeira com maquiagem e me transformei em Lady Gaga da Feira! (Fui pra redação do Fashion Bubbles com os olhos ardendo por causa de um cajal azul!).
Nos outros dias foram apresentadas mais palestras - não sei o que aconteceu na quarta e na quinta, pois tive compromissos de trabalho - e hoje alguns ex-alunos e alguns veteranos fizeram a bondade de ir falar conosco. Foi bastante esclarecedor!
As coisas parecem promissoras! Estou ansioso para começar minha iniciação científica!
Eu sei que esse post ficou beeeeeem "querido diário". Eu me importo? Já sabe a resposta, né?

PS - Assim que eu conseguir as fotos, eu posto aqui, ok?

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Make it Work!

Acabou o Carnaval e é hora de trabalhar!
Fazendo uma brincadeira de Girl Meets Boy, fotografei alguns dos looks que uso para ir trabalhar. Espero que gostem - o pessoal da redação não reclama...
Além de explicitar a versatilidade do vestuário de nossos tempos, que serve para ambos sexos, esse micro-editorial mostrou uma coisa muito importante: eu não sou nada fotogênico!


Blazer - sob-medida
Camiseta e Calça - Hering
Bolsa - Puma
Dockside - Samello
Sapato Oxford - Vintage



Óculos - Guess
Cardigan e Camisa - Mario Queiroz
Gravata - TNG
Calça - Hering
Tênis - Converse



Óculos - Guess
Jaqueta - Paris Diffusion
Camiseta em Pied-de-Poule - Renner Inverno 2010
Calça - Hering
Tênis - Converse

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

NO-NO's de Carnaval!

Carnaval é mara e sempre foi assim. Mesmo quem não gosta de saracotear pelos blocos e festas, tem uma chance de descansar por alguns dias. Entretanto, há algumas pessoas que cometem algumas gafes clássicas enquanto comemoram esse tão brasileiro festejo.
Geralmente são 10 no-no's, mas eu já estou em clima de carnaval e só fiz seis! Não importa. São feedbacks muito úteis que os seus amigos não tiveram coragem de te dar. Enfim. Aproveitem o carnaval e tentem não ficar grávidos!

Salto Alto - Quereedjeenha, se você se propõe a ir a um bloco carnavalesco, parte-se do pressuposto que você está disposta a passar umas boas dez horas pulando como uma desgraçada. Portanto, NÃO VÁ DE SALTO! Além de pisar nos dedos das outras pessoas eu tenho certeza de que você vai fazer a linha inconveniente e no meio do fervo vai começar a chorar: "Ai! Preciso sentar! Meu pé tá doendo!" Ninguém mandou ir de salto.

Banho de Cerveja - O cérebro humano é incrível! Ele consegue concatenar várias ações distintas de maneira impressionante. Por exemplo: Qualquer hominídeo com mais de seis neurônios consegue pular, segurar uma lata de cerveja e rodá-la. Olha, eu já vi hidratação de chocolate, de menta e de várias outras coisas bizarras, mas de cerveja eu nunca vi. Então, a menos que você seja o Celso Kamura e esteja experimentando uma nova técnica, poupe os outros foliões dos banhos de cevada. Combinado?

Xixi na Rua - Jesusmariajosé, precisa falar alguma coisa sobre isso? Além de ser uma falta de educação, respeito, cidadania, vergonha e falta de apanhar na bunda tremenda, é um espetáculo a que ninguém está a fim de assitir - a menos que você trabalhe nos banheiros do Frei Caneca... - Enfim. Controle sua bexiga, rapaz! Pense nas mulheres grávidas! Converse com algumas delas e pegue algumas dicas de como segurar o xixi até a fila do banheiro diminuir.

Abadá Fashion - Amiga, a gente sabe que você pagou uma fortuna no abadá e que, ainda por cima, torrou os tubos com aquela costureira caresésima só pra dar um up no abadazinho. A dica que eu dou - e que ninguém teve coragem de te dar - é que usar o abadá fora da micareta/bloco é uma das coisas mais cafonas que um ser vivo pode fazer! Super apóio a customização, mas vamos manter o abadá dentro da feischtcheenha?

Resmungões - Não gosta de carnaval? Que pena! Tem quem goste, sabia? E não adianta ficar pregando contra a saturnália, o axé e o trio elétrico. O melhor a fazer é alugar uma dúzia de DVD's e se enclausurar em casa. Ninguém gosta de resmungões nem de pessoas que pregam a palavra anticarnavalesca.

Amiga Loka das Dorgas - Levou um belíssimo pé na bunda e planeja fazer a loka no carnaval? É bom não me convidar pra sair contigo! No que depender de mim, você ficará alcoolizada, estirada na sarjeta e sujeita a diversas bolinadas. Talvez suas amigues sejam mais legais do que eu - e provavelmente são, I'm a bitch - e te ajudem a chegar em casa. Elas pagam seu taxi e seguram o seu cabelo enquanto você vomita, mas saiba de uma coisa: elas detestam quando você faz a linha Amy Winehouse do carnaval, então vai com calma, tá?

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Sou um Uspiano!

Queridos, hoje descobri que passei na USP e queria agradecer a todos que me apoiaram e me parabenizaram. To colocando  isso no blog  porque  estou com uma ligeira preguiça  de mandar e-mails individuais!
Beijos especiais pra Dex, que me ajudou com os polinômios e com os processos metabólicos!

Bisoux!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

10 Fashion No-No's de Trabalho

Arranjou aquele super emprego dos sonhos? Quer uma promoção? Tá doida pra mudar de departamento? Nossas roupas dizem muito a nosso respeito, isso não é novidade nenhuma. O seu guarda roupa pode ser seu melhor aliado na hora de ascender no trabalho... ou não!
Eis aqui as dez coisas que dão demissão fashion por justa causa:

Decotão - Essa dica vale especialmente para as recepcionistas. Recepcionistas do Brasil, ouçam-me! Os clientes querem ser recebidos por uma figura que represente a empresa como sendo uma instituição séria e respeitada e não por um par de peitos, portanto fechem esses decotes já!!! As outras profissionais não se isentam desta regra. Você deve ser reconhecida por sua capacidade e eficiência e não pelo seu bojo, meuamô!

Transparências - Elas estão liberadas - com moderação - desde que a peça transparente seja uma sobreposição a uma peça opaca. Agora, se você pensa que passear pelos corredores da empresa com aquela camisa de gaze caríssima, deixando mostrar aquele seu sutiã Victoria's Secret über-sexy vai te levar a cargos superiores, não se engane. Esse look vai te levar, no máximo, até o hall da (má) fama da mulherada.

Chinelos - Há uma diferença gritante entre rasteirinhas e chinelos. Pra começo de conversa, algumas rasteirinhas foram pensadas, desenhadas e produzidas especialmente para ambientes de trabalho - mais informais, diga-se de passagem - e os chinelos foram pensados para: limpar a casa, ir à praia, fazer feira e atividades dominicais intra-domicílio. Então, a menos que você seja empregada doméstica, salva vidas ou recreadora de almoço de domingo, esqueça as chinelas no escritório!!!

Calça de Moletom - A menos que você seja técnico de algum time de futebol, ou coordenadora de um grupo de cheerleaders, faça um favor à sua carreira: Não use calças de moletom no trabalho. Se tem uma coisa que essa peça não transparece é profissionalismo. Se você for representante comercial, então, nem se fala! Eu sei que elas são confortáveis, mas hey! As pantalonas de algodão já foram inventadas, sabia?

Saia Curta - O joelho é a medida ideal - a não ser que você seja dançarina de um baile funk. a saia da trabalhadora que quer se fazer respeitada não deve exceder esse limite. Pode dizer o que for: "Augusto, você é um ditador da moda!", "Seu fascista fashion!" e outras maledicências. I don't care a bit! Estou aqui pra ajudar e às vezes isso demanda um pouquinho de tough love. Então, amigas, nada de fazer a alegria dos estagiários-derrubadores-de-canetas! Saia é no joelho! (tolerância máxima de dois dedos acima).

Trapos - Existe uma diferença bastante visível entre patchwork e roupa remendada. O mercado de trabalho exige profissionais atuais e uma das maneiras pelas quais você pode mostrar ao boss que você é a funcionária mais updated da firrrrma é usando roupas que não aparentam ter sido mastigadas pelo Reptar (lembram dos Rugrats?). Asseio é fundamental em qualquer ambiente, principalmente no de trabalho, fikdik!

Roupas Ultrapassadesésimas - Nem me venha com esse papinho de que o vintage tá com tudo! Vintage é uma coisa e pegar um vestido poeirento, cheio de bolinhas (não me refiro a poás) e de modelagem velha é outra completamente diferente! A realidade é dura: O mundo trata melhor quem se veste bem! só não é pra levar ao pé da letra e aparecer amanhã no serviço fantasiada de Lady GaGa!

Bolsa da Betty Boop - Eu já mencionei essas bolsas aqui no blog, mas parece que as pessoas não me entendem! Não é por ser uma bolsa da Betty Boop especificamente, poderia ser uma bolsa da Hello Kitty ou da Pucca ou dos Ursinhos Carinhosos ou dos Teletubbies. Bolsas com estampa de desenhos animados não te deixam com cara de profissional! Elas te deixam com cara de criança, ou melhor, com cara de velha querendo ter cara de criança.

Sombra com Brilho - Gostaria de saber por que as profissionais do telemarketing adoram sombra com brilho. É incrível! Ainda se elas trabalhassem em uma casa noturna, mas não! Elas passam o dia trancadas em uma sala fazendo da nossa hora do almoço um inferno. Sombra com brilho, bem como outras maquiagens chamativas não pegam bem no ambiente de trabalho. Eles são passam uma imagem de seriedade e seus colegas não vão te respeitar tanto quanto você gostaria que eles respeitassem. Pense assim: Aposentar a sombra com brilho no trabalho é honrar tudo aquilo que as feministas dos anos 1960 lutaram para conquistar. Combinado?

Tomara que Caia - Por um simples e óbvio motivo: Pode cair! (E a ala masculina da empresa vai conspirar para tal) dica grande!

* * *
Beijos pra Karen - uma doida super legal que eu conheci no trem esses dias - e pro pessoal do Fashion Bubbles que tem me ajudado e me ensinado muito!